19 semanas! :)

Hoje completo 19 semanas de gravidez. Caramba falta uma semana para completar 5 meses, metade da gestação! Como passa rápido. Outro dia estava pegando o teste com meu tão sonhado positivo e hoje já estou aqui encarando essa barriga que não para de crescer e me deixar doidinha com a adaptação das roupas!

Que trabalhão viu? Como minhas calças são mais de cintura alta, já perdi quase todas. Ainda bem que existem as leggings, as calças com elástico e também as para gestante! Aliás, comprei duas nos EUA, uma de onça e uma preta básica. Tem que tomar muito cuidado na hora de comprar essas calças lá fora. Na hora que experimentei tava beleza, mas como nós brasileiras somos mais avantajadas no “pandeiro”, a danada da calça fica bem estranha atrás. Não curti. Então o jeito é esse fim de semana correr atrás de uma bela calça jeans para grávidas.

Na parte de cima tô feliz. Praticamente todas as minhas blusas são mais soltinhas e estou repleta de blazers e casaquinhos. Acho que vão conseguir acompanhar toda minha gestação. Ah, e não posso esquecer dos vestidos. Para mim, o melhor look sempre para grávidas.

E aí estou eu com 19 semanas do baby Yuri:

montagem3

Sono, muitoooooooooooo sono! Preparem-se para noites de insônia. É um tal de vira prá lá e vira pra cá. Parece que nenhuma posição fica boa! Quero ver quando tiver com aquele barrigão! rs

Agora a melhor parte: já sinto ele mexer! De leve é claro. Às vezes uma pontadinha ou uma viradinha. Algumas mulheres dizem que parece uma asinha de borboleta. Senti isso algumas vezes e deu até uma coceirinha na barriga. Ai que sensação gostosa!!!!!!! Muito bom saber que tem um serzinho lindo crescendo aqui dentro e que já é tão amado por todos.

Também estou tentando colocar músicas mais tranquilas para ele ouvir. Reparei que esse baby já é da night, agitadinho que só, então fiz um teste essa semana e vim para o trabalho escutando uma musiquinha clássica no carro. E funcionou. Yuri ficou quietinho e até a noite estava mais tranquilo. Me cadastrei no Baby Center (indico para todas as gestantes!) e toda semana eles mandam um email falando sobre como está o desenvolvimento do bebê.  Esta semana é uma fase essencial para o desenvolvimento sensorial do bebê, que ocorre em áreas especializadas do cérebro para odor, paladar, audição, visão e tato. Alguns estudos indicam que agora ele até ri. E o que será que está escutando lá dentro da barriga? Muitas coisas, como o som do sangue passando pelas veias, os ruídos do estômago ao digerir e, claro, minha voz! Por isso, eu e o Fabiano estamos tentando conversar cada vez mais com ele.

E todo mundo me pergunta: Aline você não está tendo desejos? Poucos! Por enquanto apenas três: comer arroz na madrugada (levantei, fiz e me deliciei! rs), cebola do outback (maridão me pegou no trabalho e rapidinho realizou meu desejo) eeeeeeee……….

doce

Sim, Mil Folhas!!!!! Hoje após o almoço a vontade de comer esse doce foi maior que tudo! Essa delícia aí é do Daniel Briant Pâtissier & Chocolatier. Para quem mora em Brasília, é um lugar imperdível localizado na 104 norte. Em clima francês, doces deliciosos, cafés e os tradicionais macarons! Super indico o café da manhã de lá! Delícia!

Esse fim de semana o blog vai fazer uma pausa para melhorias! Vamos mudar para o domínio .com.br (yes!) além de outras novidades! Estou amando dividir aqui tudo sobre o crescimento do Yuri!

Beijos

Aline

Anúncios

Segundo trimestre: quando a barriguinha começa a aparecer!

Desde que soube que estava grávida já sonhava com o crescimento da barriga. A gente sempre quer que comece logo a aparecer que estamos grávidas. A minha barriga começou a surgir com umas 14 semanas, meio tímida, parecendo aquela básica “pancinha de chopp”! rs. Confesso que estranhei bastante o fato dela estar apenas localizada alguns centímetros abaixo do meu umbigo e com aspecto engraçado. Mas logo a gente se acostuma e se adapta!

Olha o comecinho dela aí:montagem1

À esquerda, no início da gravidez com 8 semanas. À direita quando a barriguinha começou a aparecer, com 14 semanas.

: : Pequenas complicações

Pois é, quem disse que tudo seriam flores? Passar o primeiro trimestre sem ter absolutamente nada estava bom demais para ser verdade! Pois então, o segundo trismestre começou cheio de preocupações e eu nem pude curtir tão bem o comecinho da barriga como gostaria. Alguma grávida ou mamãe por aí já teve algum sangramento na gravidez?? Pois então, num intervalo de 3 semanas, tive 3 vezes…

O pior foi o primeiro sem dúvida. Estava no shopping com meu sobrinho de 3 anos e com a família do Fabi que veio do Rio. Levei o pequeno para a brinquedoteca e estávamos nos divertindo muito (deixando claro que não fiz nenhum esforço, nada disso!). Na saída, quando estava levando ele ao encontro dos pais, senti algo “descer”. Estava de vestido e olhei imediatamente. Não podia acreditar que era sangue… Gente, nessa hora me desculpe, mas você não consegue pensar em outra coisa, você tem certeza que o pior aconteceu. Liguei para o meu marido, contei o que aconteceu e nos encontramos na saída do elevador. Tadinho do meu sobrinho, ele percebeu a situação e só falava “tia o ‘yuli’, calma tia”.  Eu estava sem chão, só sabia rezar até chegar o carro para ir ao hospital. A sorte foi que na mesma hora surgiu um ginecologista no meio do shopping ( um anjo!) que vendo a situação me tranquilizou dizendo que aquilo não era um aborto pois eu não estava sentindo cólica nem nada. Acalmou, mas não ia sossegar até ouvir o coração do meu bebê.

Ligamos para a Drª Manoela, minha obstetra, e ela me aconselhou a ir ao hospital fazer um check up. Porém no telefone também tranquilizou o Fabiano dizendo que é algo normal nessa fase. Eu só chorava, só rezava para fazer logo a ultrassonografia. Acreditem se quiser, levei 1h15 para ser atendida! Infelizmente essa é a situação da saúde no nosso país, mesmo em hospital particular. O fato é que foi mesmo só um susto que gerou um pequeno hematoma na placenta, mas nada que afetasse o bebê. Porém a recomendação era repouso por uma semana.

Uma semana depois, na volta ao trabalho, outro sangramento. Dessa vez uma borra de café e mais uma vez outro pequeno hematoma. Ok, mais uma semana de repouso. E quando achava que estava tudo ok, mais uma pequena borra, mas dessa vez o mesmo hematoma que estava cicatrizando. A causa?Desconhecida. O motivo? Não se sabe. Mas não foi provocado por nenhum esforço a mais que eu tenha feito. Apenas um pedido a Deus: não quero ter isso nunca mais!!

Poucas vezes me senti tão fragilizada e tudo que eu podia fazer pelo bem do baby era ficar de repouso. Agora não posso negar que fui muito mimada nesse período. Maridão ao meu dispor, mamãe com comidinhas diárias deliciosas e visita de amiga com mimo para o Yuri 🙂 Agora já estou recuperada e liberada para vida normal. Curtindo as primeiras mexidas do bebê e a barriga que não para de crescer. Vejam aí!

montagem2Yuri com 16 semanas e agora em foto mais recente com 18 semanas na formatura da minha irmã Amanda.

Então, rumo às 19 semanas repleta de expectativa!!!!

Beijos

Aline

O primeiro trimestre

Cansava de ler em blogs e sites especializados que o primeiro trimestre da gravidez era dose! E o temido enjôo era sentido por muitas e muitas mulheres que muitas vezes não tem força para mais nada. Deve ser brabo mesmo porque tenho gastrite e conheço bem o que é ter problema e dor no estômago. Mas olha, posso dizer que sou abençoada. Pense numa grávida com ZERO enjôo!!!! Não tive absolutamente nada, nem uma pequena azia para contar história.

Como contei anteriormente descobri que estava grávida bem no comecinho porque estava fazendo indução. Então com 4 semanas já sabia que tinha conseguido meu baby. Agora até ouvir o coraçãozinho dele batendo a gente custa a acreditar né? E como é bom ouvir!! Minha médica pediu que eu aguardasse mais duas semanas para a primeira ultrassonografia e eu quase não me aguentei de tanta curiosidade. Mas é preciso viu? Porque antes disso não é tão fácil ouvir os batimentos e pode gerar uma preocupação desnecessária para os pais. Ainda mais se forem de primeira viagem não é? Pois lá estava ele com 6 semanas, medindo 6mm e coração a 121 bpm! Meu grãozinho de arroz mais lindo desse mundo. Impossível não se emocionar.

fotoA primeira foto foi no dia que descobri que estava grávida a caminho do laboratório para fazer o Beta HCG. Na segunda já com 8 semanas e barriguinha zero ainda!

: : Viagem marcada, como fazer?

Nessa fase tem gente que morre de medo de viajar. Realmente o baby é muito novinho e sempre existe risco de perder. Mas estávamos de viagem marcada desde o ano anterior para NY e minha médica, após um check up completo, liberou a viagem. O mais engraçado é que com a nevasca que pairou sobre NY tivemos que mudar o destino de última hora e advinha o que escolhemos? Orlando! Êeeee paraíso das compras!!! E óbvio que aproveitei para garantir uma boa parte do enxoval!

Mas fazer enxovar sem saber o sexo do bebê é possível? Bom, é mais complicado ficar comprando peças neutras, tudo branquinho, amarelinho ou verdinho. Mas se a viagem não pode ser adiada, fique tranquila e se jogue nas compras. Vale muito a pena comprar no exterior e não dá para perder a oportunidade (mas isso é assunto para outro post, ok?)

De toda forma, fui ao Sabin me informar com quantas semanas poderia fazer o exame para saber o sexo do bebê. 8 semanas queridas. Antes disso, melhor não. O exame é muito caro pra correr o risco de sair errado né? Então antes da viagem corri para fazer e para minha sorte o resultado saiu no meio da viagem (vou detalhar direitinho depois!). Então consegui comprar muita coisa pro Yuri 🙂

: : 8, 9, 10, 11 e 12 semanas

8semanas

Yuri com 8 semanas em exame logo depois da viagem! Agora com 1,55 cm e coração batendo a 160 bpm! Já tem cabeça, corpinho, e pequenas mãozinhas e perninhas!

O primeiro trimestre foi muito tranquilo e repleto de ansiedade até porque não contei para muita gente até os 3 meses. Não contei porque foi uma recomendação médica e também porque é um período mais sensível da gravidez. Foi difícil não sair falando sobre uma das coisas mais importantes da minha vida!

Porém, acho que isso é uma decisão pessoal. Para mim, foi acertada! Assim consegui me concentrar mais em mim e no bebê sem ficar nervosa demais. Isso até a 12ª semana com o tão temido exame morfológico da translucência nucal! Ah, isso eu conto logo mais. O próximo post será sobre o sexo do baby!

Beijos

Aline

Como a aventura começou !!

teste

Acho que não é mesmo justo guardar todos os sentimentos dessa fase tão linda da minha vida só comigo. Preciso compartilhar, trocar experiências, falar dos incômodos mas também das delícias de estar grávida! Por isso, assim como criei o blog para falar do meu casamento em 2010, o Moda de Noiva (fiquem a vontade para bisbilhotar!rs), que foi tão importante para mim e que trouxe para minha vida um grupo de amigas incríveis, pensei em criar esse novo blog para falar de mais uma aventura: a de ser mãe.

Tudo começou com um sonho. Na verdade acho que tudo na vida começa mesmo assim. Comigo nada acontece sem muito planejamento já que sou daquelas bem caretinhas mesmo que quer fazer tudo do jeito certo – pelo menos na minha opinião – e com a gravidez não seria diferente. Queria estar e me sentir preparada para esse momento, com a carreira um pouco mais estabilizada, vida financeira também e porque não em um bom momento na vida a dois. Por isso, estabelecemos como meta engravidar no final de 2012.

Não que eu soubesse que ia mesmo acontecer, até porque Deus é que movimenta todas as coisas não é mesmo? Mas lá no fundo do meu coração tinha uma forte esperança. Aliás tem um exercício que eu recomendo para todo mundo: o da mentalização. Pegue uma folha de papel e anote aquele desejo que pulsa no seu coração. Depois detalhe ele super bem, com tudo que você almeja. Especifique uma data para acontecer e guarde esse papel de preferência na carteira para que diariamente você possa tê-lo em mãos e se lembrar sempre do que foi pedido. Para mim, foi batata! Claro que não com toooooddooos os detalhes, mas o principal deles, que foi o de ter meu baby aqui comigo hoje foi atendido e olha só, muito próximo da data determinada.

Ah, Aline, como você é sortuda, rapidinho engravidou! Nada disso. Lembram que eu falei sobre planejamento? Pois então. Descobri há 1 ano e meio mais ou menos que tinha ovários policísticos logo que parei de tomar a pílula. Não menstruava de jeito nenhum e corri para o médico. Na verdade foram muitos porque não conseguia sentir segurança nas coisas que me falavam. Até que por indicação de uma amiga fui parar em uma obstetra que consultava em uma clínica de fertilização. Pensei, pronto! Vou resolver meus problemas. E foi bem assim mesmo. Simpatizei de cara e depois de alguns exames vimos que eu realmente não estava ovulando e consequentemente não conseguiria engravidar tão logo como gostaria. Foi aí que, após um mega check up, demos o primeiro passo: a indução de ovulação.

A indução é feita por meio de remédio, no meu caso usei o Clomid, e após alguns dias de uso são feitas ultrassonografias seriadas para ver se foram produzidos folículos e assim determinar mais ou menos quando ele deve eclodir para assim intensificar os “treinamentos” para fertilizar o óvulo. Comecei meu tratamento no início de novembro cheia de esperança no coração, tive três folículos, porém não engravidei. Quando peguei o beta aquele dia e vi o resultado (4mUI) já sabia que não tinha dado certo e chorei demais. Mas limpei as lágrimas e pensei que tinha pedido um bebê para nascer em setembro então eu tinha mesmo era que engravidar em dezembro!! rsrsrs!!

Por que setembro? Para mim é o mês mais lindo do ano. O mês do meu aniversário de casamento (dia 4) e do meu aniversário (dia 27). Pois então, comecei o segundo ciclo do remédio e para meu espanto não produzi nenhum folículo. A drª falou que se em uma semana não visse nenhum teria que me submeter aquele temido exame das trompas e eu rezei para que nada disso fosse preciso. Na outra semana voltei a consulta e lá estava um único folículo, grandão, tinha chances de dar certo! Chamei o maridão e iniciamos os “treinamentos”! Muita criatividade nesse momento em prol de um bem maior! rs Agora era aguardar o beta, marcado para o dia 15/01.

Dia 14, na véspera, já não aguentava mais de ansiedade e comprei um teste de farmácia, o Clear Blue Compact. Nunca acreditei muito nesses testes e já esperava por um negativo. Acordei 6h, fiz o teste e simplesmente não acreditei que apareceram as duas listrinhas. Juro, tentei manter a elegância, mas não aguentei e chorei compulsivamente. Neste momento todas as minhas ideias de aguardar e fazer uma mega surpresa para contar para o meu marido foram para o alto. Acordei ele nos susto (tadinho achou que tava passando mal!!) e contei a novidade! Ficamos um tempão ali abraçados sem acreditar que o sonho tinha virado mesmo realidade. E era tudo verdade. Corri no laboratório para fazer o Beta HCG e aí sim confirmei a vinda do meu pequeno: 832.1 mUI !!!!!

baby

Hoje o Yuri está prestes a completar 18 semanas aqui na minha barriguinha e eu quase não aguento de tanta felicidade. Aqui pretendo contar como foi a descoberta do sexo, as primeiras compras, a adaptação das roupas e tudo sobre esse universo tão lindo de ser mãe!

Beijos,

Aline